Veja - Viva - Sinta
Tons de cores!

Nossas vidas são marcadas com momentos especiais, gestos de carinho, amor e atenção, são esses momentos que realmente alimentam a vida, tudo colorido a sua maneira e as suas particularidades, cada depoimento cada nova historia que a Pilestone recebe alimenta e nos estimula a dedicar dia após dia na missão de colorir a visão das pessoas.​
TESTEMUNHOS

Nada é impossível para um coração cheio de vontade!
Curta o vídeo - Tudo é possível
PILESTONE
Boa ação, doação especial ao amigo do   Colegio    Pequeno Polegar, C.Goytacazes.

´´Vocês nos proporcionaram a melhor experiência do mundo.

foi incrível poder dar ao meu pai essa nova vida, com tudo mais colorido.

Descobrimos que o irmão dele também é, sofreu muito a vida toda, pois trabalhava em malharia, até hoje nunca tirou sua carteira de habilitação e perdeu o sonho de entrar pra marinha quando tinha 18 anos pois ficou reprovado no teste de cores.`` Samuel Rocha.

(vídeo no tik tok - Flodelotus62)

 

Reportagem Jornal ´´SOMOS`` Mãe e filho de Jataí ganham óculos para daltonismo de presente e se emocionam ao verem as cores. Por Ana Carolina Morais | 19/12/2020

´´Já imaginou não conseguir distinguir as cores verde, cinza, marrom, vermelho, azul, roxo e laranja? Este é o mundo em que vivem Mateus Tafuri, 21 anos, estudante de engenharia de produção, sua mãe, Zenilda Paniago, 50 anos, pedagoga, e mais diversos daltônicos. Porém, na última quarta-feira (16), mãe e filho ganharam novos tons em suas paletas de cores após receberem um apetrecho muito especial de sua irmã/filha, a advogada Marcela Paniago, de 24 anos, que os presenteou com um óculos para daltonismo. A descoberta de novas tonalidades nunca vistas antes aconteceu no Lago Diacuí, na cidade de Jataí, e fez todos se emocionarem..........................................................O presente foi uma surpresa para o Mateus. Ele pensou que estava indo tomar água de coco no lago e não fazia ideia do que estava por vir. “Eu coloquei o óculos e quando olhei pro verde, na grama, não vi tanta diferença, aí eu fiquei ‘meu Deus, vou decepcionar todo mundo’, mas aí na hora que eu olhei para os pedalinhos, que tinha várias cores, eu vi com o óculos e depois tirei, aí que eu vi bastante diferença, principalmente no vermelho, no verde... E aí que eu me emocionei mais, porque foi a hora que eu vi realmente que era muito diferente as cores do pedalinho quando eu tava com óculos e sem óculos”, relata.

 

Para o estudante, a sensação é de que o mundo é mais tonalizado. “É como se eu visse tudo fosco, e quando eu colocasse o óculos, as cores ficam saltando mais, fica tudo mais vibrante. Foi uma experiência única”.

Para a maioria da população, que enxerga normalmente e, muitas vezes, não tem noção de seu benefício e não se colocam no lugar do próximo, Mateus deixa o recado: “As pessoas que enxergam direito tem que saber que elas são privilegiadas, porque eu sou daltônico e meu mundo é muito cinza”.``

ComentáriosEste espaço é reservado para você deixar seu comentário, depoimento, elogios, criticas e observações. Se você se senti-o bem com o resultado, deixe aqui suas palavras para que outras pessoas possa ver sua opinião sobre nosso produto, atendimento e oque quiser postar.